facebook-iphone

O aplicativo do Facebook para Android é mais conhecido pelas críticas, e a sua versão para o iPhone não fica atrás, sendo recomendado por muitos usuários a utilização da rede social a partir do navegador web no lugar de recorrer a aplicativos pesados e devoradores de bateria.

Recentemente foi demonstrado que o aplicativo do Facebook para iPhone consome muita bateria, ao ponto de uma vez que ele não está instalado no smartphone é possível obter um aumento de autonomia de bateria de até 15%. Na versão para Android, é possível uma economia ainda maior (até 20%). São porcentagens nada desapreciáveis em dispositivos onde a autonomia de bateria é um fator crítico.

Faz tempo que existe um debate sobre o aplicativo oficial do Facebook para smartphones. Em 2013, um desenvolvedor descobriu que este aplicativo estava drenando a bateria do seu iPhone. Em 2015, a empresa de Mark Zuckerberg admitiu o problema e anunciou que trabalharia em uma solução. Porém, o tempo passou, e os problemas continuam.

Utilizar o Facebook pelo navegador web tem alguns inconvenientes, como não poder compartilhar conteúdos a partir da opção “compartilhar” que incorpora a maioria dos aplicativos móveis. Mas isso é compensado pela economia no consumo de bateria. O aplicativo segue pesado, ocupando mais de 100 MB de instalação, além de consumir muita memória RAM, além de centenas de megas em alguns casos.

Levando em conta que muitos dispositivos possuem 1 GB de RAM, isso acaba sendo um inconveniente que pode terminar prejudicando o desempenho do dispositivo.

Para resumir, o meu conselho é: prefira usar o Facebook a partir de um navegador web, desde que o mesmo esteja atualizado para a sua última versão, para assim garantir a segurança dos seus dados.

Via PhoneArena