A Jide Technology (empresa formada por ex-funcionários da Google) anunciou uma versão melhorada do seu Remix OS, com o objetivo principal de levar o Android aos desktops e notebooks. O Remix Sngularity e mais um que busca fazer com que um dia o smartphone substitua o PC tradicional, através da flexibilidade e convergência de plataformas e arquiteturas.

O Remix OS ainda não é uma solução verdadeiramente convincente. Segue filosofia semelhante ao Continuum da Microsoft, mas usa o Android tradicional enquanto usado como smartphone, e uma interface modificada quando conectado a um monitor.

A vantagem do Remix  Singularity está na ausência de dicotomia entre os aplicativos. Tecnicamente, não há aplicativos diferentes ou universais ou apenas para desktops, como ocorre no Windows Continuum. Quando passa para o modo PC, a interface muda para o Remix OS para PC, rodando o Android com as vantagens de um sistema mais próximo dos elementos oferecidos pelo desktop tradicional, com suporte para arquiteturas x86.

O Remix Singularity deve chegar ao mercado no segundo semestre de 2017, mas já temos um preview em vídeo que mostra que o trabalho está bem encaminhado.

 

 

 

Via Jide