Com os números expressivos das vendas de jogos para iPhone OS, o pessoal da Nintendo começa a se coçar, e foi para o contra-ataque (pelo menos no discurso). E o responsável pela missão foi, ninguém mais, ninguém menos, que Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo America. Ao que parece, Reggie se cansou de tanta badalação em torno do smartphone da Apple, e durante uma entrevista a Kotaku, afirmou que a Apple “é uma empresa que não tem o impacto que a Nintendo tem, quando se olha para o nosso negócio, o noss hardware e nosso software”. Ainda nas palavras de Reggie: “claramente, o iPhone não parecer ser uma plataforma de benefícios viável para o desenvolvimento de jogos, porque muitos dos seus títulos são gratuitos, e concorrem cntra os downloads pagos”. Calma, que vem mais: “se nossos jogos vão desde o aperitivo até um banquete completo, dependendo do jogo, os da Apple não passam de uma mordida em termos e experiência”. E olha que a E3 Games 2010 nem chegou…

Fonte