ouya-fb

Julie Uhrman, atual CEO da OUYA, anunciou através de sua conta no Twitter que vai abandonar a empresa que ela mesma co-fundou. Agradeceu ao trabalho dos funcionários, desenvolvedores e patrocinadores, e aproveitou para confirmar que a Razer passa a ser a nova proprietária da empresa.

O anúncio confirma os rumores levantados há muito tempo. O início do console OUYA foi marcado por um incrível apoio nos projetos de crowdfunding (aka Kickstarter), o que fez com que o console fosse lançado em junho de 2013. Porém, as diversas críticas acumuladas (qualidade do controle, interface, biblioteca de jogos) fizeram com que o projeto tivesse o seu prestígio arruinado.

Para evitar confusões, a Razer confirmou para o TechCrunch a compra da marca, e apesar de não revelar detalhes sobre a operação, seu fundador, Min-Liang, garante que a operação foi concretizada. O mais chamativo é que eles ficaram com os ativos e com o pessoal encarregado pela parte de software, abrindo mão de tudo o que está relacionado ao hardware. Os novos integrantes passam a trabalhar na plataforma de entretenimento doméstico da Razer, a Forge TV, que é baseada no Android.

Aqueles proprietários de um console OUYA receberão o suporte da Razer no dispositivo durante os próximos 12 meses, mas provavelmente depois desse prazo eles serão abandonados, ou incentivados a migrarem para o Forge TV com descontos que facilitam a amenizar o processo de troca.

Via Razer, Julie Uhrman (Twitter)Techcrunch