gato ransomware

O El Gato é um aplicativos que se passa pelo Uber, esta disponível na Google Play, e que foi detectado como ransomware pelo time de segurança da McAfee.

A Google trabalha muito para eliminar as falhas de segurança nas diferentes versões do seu sistema operacional, mas brechas são descobertas por softwares maliciosos. O El Gato tem como código a imagem de um gato, um belo detalhe que que infelizmente é carregado de más intenções, pois pode chegar a sequestrar um smartphone Android à distância, através de um sistema que a Google habilitou em versões antigas do Android, e que conta com uma vulnerabilidade.

 

El Gato, um ransomware nada fofinho

hacking ransomware

O El Gato pode entrar no nosso smartphone através de um servidor remoto, ativando a codificação do nosso conteúdo. Enquanto o sistema operacional nos pede uma chave na hora de cifrar o smartphone de forma voluntária, o software malicioso pega o código para si para pedir um “resgate” pela informação armazenada em nosso smartphone.

Mas não só codifica o conteúdo, mas também extrai mensagens de texto do telefone, capturando informações sensíveis. O código está desenvolvido para operar de forma invisível ao usuário, que pode sofrer o roubo dos dados e ver o bloqueio do dispositivo sem se dar conta disso. O bloqueio se torna efetivo quando o smartphone é reiniciado, e o usuário não mais consegue acessar seus dados.

Mas nem tudo está perdido. O código do El Gato que a McAfee localizou está nesse momento inativo, e pode ser detido com facilidade, pois todo o tráfego de dados entre o smartphone e o servidor que executa o código não está cifrado, podendo ser freado. Essa detecção precoce deve ajudar na criação da correção antes do estrago ser maior.

Via Yahoo