blackberry-bold-teaser-02

Qual sistema operacional foi grande responsável pelo desaparecimento do BlackBerry OS do mercado? John Chen, CEO da empresa canadense, confirmou recentemente em entrevista que a BlackBerry não tem planos de relançar o seu sistema operacional próprio, depois que o mesmo foi varrido do mercado.

Chen compartilhou os planos da empresa para 2016. Depois de lançar o BlackBerry Priv, onde eles apostaram na mudança para o Android em uma tentativa de reiniciar no mercado de smartphones top de linha, a empresa planeja agora lançar dois smartphones de linha média, um com tela 100% touch e outro com teclado. A BlackBerry sabe que não pode abandonar uma de suas características que deram personalidade aos seus smartphones no passado.

O CEO da BlackBerry reconheceu que sua empresa está praticamente centrada nas soluções corporativas, sem qualquer presença no mercado de massa, cujo consumidor perdeu o interesse por seus dispositivos. Afirma que tanto o Android como o iOS foram responsáveis por roubar o mercado dentro do próprio setor corporativo.

Vale lembrar que a própria BlackBerry tomou a decisão de tornar o BlackBerry OS compatível com os aplicativos Android. Com essa decisão, muitos podem achar que foi o sistema da Google que deu o golpe mais duro nos canadenses, porém, os próprios usuários indicam ter mais afinidade com o iOS a alguns anos.

 

A conversão para o Android foi um fracasso?

O mercado hoje está muito saturado, e as vendas do Priv são bem discretas. Com a Apple dominando o mercado top de linha e as marcas chinesas dominando cada vez mais o mercado Android nos dispositivos de entrada e linha média, os canadenses tem a sua tarefa de buscar espaço no mercado mobile como algo cada vez mais complicado.

Enquanto muitos afirmam que a BlackBerry estava condenada a desaparecer do mercado de massas, outras vozes afirmam que ela poderia ter se salvado se tivesse apostado antes no Android. O problema nessa decisão e ter que se transformar em “uma fabricante a mais” no meio de tantas outras que oferecem produtos muito similares. O teclado poderia dar certa personalidade aos smartphones da BlackBerry, mas ter esse detalhe físico em um smartphone hoje é considerado algo antiquado.

Via The National