notebooks-em-caixas

Um colégio em Nova Jersey (EUA) decidiu abandonar o projeto de adoção de computadores portáteis nas salas de aula pelos alunos de 12 a 14 anos do ensino fundamental. O motivo? O projeto se tornou algo “insustentável”.

Um dos engenheiros responsáveis pelo projeto explicou para o The Hechinger Report os problemas que ele e sua equipe enfrentaram. Apesar dos esforços para manter os computadores em perfeito estado de funcionamento, eles tinham que reparar em média seis equipamentos por dia. Os problemas eram os mais diversos, passando por telas quebradas, baterias inutilizadas, infecções por malwares e outros tipos de problemas. Sem falar nos notebooks que voltavam para eles totalmente destruídos.

Foram adotadas nessa escola as tradicionais barreiras de acesso aos sites que os alunos poderiam visitar, mas sempre tem aquele que consegue burlar essas barreiras. Os técnicos do colégio afirmavam que “não há um hacker com mais vontade de burlar do que um jovem de 12 anos de idade com um computador nas mãos”.

Via Ars Technica, The Hechinger Report