600qualcomm-reloj-toq-mirasol19

Não há hoje um grande fabricante de tecnologia que não queira aproveitar o momento dos relógios inteligentes. Até a Qualcomm embarcou nessa. A fabricante de chipsets e tecnologias de comunicações apresentou recentemente o Toq, um relógio bem peculiar, e diferente dos demais por causa de sua tela Mirasol.

Esta tecnologia de imagem combina a facilidade da leitura do E Ink Color, uma taxa de refresh relativamente elevada e o seu próprio sistema de iluminação, acabou fracassando no mundo dos e-readers. Porém, a Qualcomm está dando uma segunda chance no mercado de smartwatches.

O Toq tem uma tela legível até mesmo debaixo do sol mais intenso, mas com um consumo de energia menor do que qualquer tela LCD ou OLED. É também uma tela touch, que pode ser desativado pelos menus do dispositivo, além de poder acender ou apagar a tela do seu smartphone tocando duas vezes em uma área na parde de baixo da pulseira. E tudo isso, sem a presença de conectores.

No lugar das portas microUSB ou sistema de pinos na superfície, o relógio inteligente da Qualcomm carrega a sua bateria através de uma base sem fio, que também faz as vezes de suporte handsfree Bluetooth (opcional). O seja, o processo de recarga é bem simples: basta você deixar o relógio sobre esta base à noite, para que no dia seguinte, o relógio esteja pronto para outra jornada de trabalho. Em todo caso, a Qualcom projetou a autonomia de bateria para três a cinco dias de uso, dependendo do seu nível de exigência.

O Toq ainda permite que você receba e envie e-mails e mensagens curtas, com frase pré-programadas. Também pode receber notícias e boletins de previsão do tempo, além de contar com um calendário e várias interfaces personalizadas, desenvolvidas pela própria Qualcomm. O produto tem a promessa de ser rápido e simples de se manejar, com uma interface simples e direta. Talvez minimalista e apagada demais, se comparada com o Samsung Galaxy Gear, mas estas são as limitações impostas pela tecnologia Marisol.

Em contrapartida, a sua autonomia de bateria é bem elevada, e a recarga sem fio é algo bem interessante.

A Qualcomm ainda não confirma a data do seu lançamento no mercado, e aposta no lançamento de milhares de unidades, e não de milhões, como os seus concorrentes. Se tudo der certo, durante o quarto trimestre de 2013, veremos os primeiros modelos do relógio à venda, mas sem preço anunciado.

 

Via Engadget