xbox-one

Robbie Bach, que foi o principal responsável da divisão Xbox na Microsoft (até 2010), afirma que a empresa aprendeu com os erros do passado em relação ao Xbox One, a ponto de afirmar que a próxima geração do console vai abandonar de uma vez por todas os formatos físicos, para adotar o modelo de downloads digitais.

Não é provável que nessa futura nova interação do console da Microsoft tenhamos DVDs ou Blu-rays (ou qualquer formato físico) para os jogos, algo que foi adotado para o Xbox One, mas que foi descartado diante das críticas dos usuários e da indústria. O modelo oferecia muitas vantagens interessantes, e teoricamente compartilhará as virtudes de modelos de negócio, como o popular Steam, mas no final tudo ficou de lado para adotar o modelo conservador, baseado nos discos, que foram combinados com os downloads digitais.

A má comunicação provocou um arranque muito mais forte nas vendas por parte do PS4 da Sony, mas Bach entende que essa é uma maratona, e não uma corrida de tiro curto. Fato é que o Xbox One está ganhando terreno, e para isso a Microsoft teve que tomar decisões difíceis, como remover o Kinect como item obrigatório (para igualar os preços nos EUA) e aderir à retrocompatibilidade com os jogos do Xbox 360.

A batalha ainda está no começo, e os dois principais competidores certamente vão nos reservar mais surpresas no futuro.

 

Via HotHardware