Que a Campus Party é lugar para se conhecer pessoas e trocar experiências na área digital, todo mundo já sabe. O que pode ser novidade para alguns é que no evento também há espaço para que os jovens com grandes projetos de negócios mostrem todo seu potencial e, de quebra, concorram a prêmios que ajudam a viabilizar a sua ideia.
 
Esse é o objetivo das áreas Campuseiros Empreendem e Campuseiros Inventam, cujas inscrições estão abertas até o próximo dia 27de dezembro e premiarão os projetos vencedores com quantias em dinheiro, viagens, cursos, programas de mentoring, entre outros. “Criamos essas duas categorias porque sentimos uma grande necessidade dos jovens em conseguir mostrar suas ideias em um espaço adequado. Nossa expectativa é grande, claro, pois temos certeza de que os brasileiros vão nos surpreender com ótimos projetos, como sempre”, relata o diretor-geral da Campus Party Brasil, Mário Teza.
 
Em 2010, um dos vencedores do então denominado Campuseiros Apresentam (área que congregava tanto projetos de negócios quanto idéias inovadoras não necessariamente constituídas como empresas) foi o iTVProject, uma ferramenta para construção de aplicações para TV digital interativa, criada por um grupo de seis jovens que ainda cursavam a universidade.
 
O porta-voz oficial do projeto, Marcos Roberto Oliveira, 26 anos, bacharel em Ciência da Computação, conta que souberam do concurso apenas um dia antes do encerramento das inscrições. “Passamos a noite fazendo o vídeo de cinco minutos exigido no regulamento e ainda conseguimos nos classificar”.
 
Dos 30 projetos apresentados durante três dias na Campus Party Brasil 2010, 10 foram selecionados para a fase final, quando foram julgados por investidores. Dois dos finalistas foram escolhidos para participar da Campus Party Europa, e um deles foi o iTVProject. Para Oliveira, esse projeto é inovação pura, e cria um “ecossistema” que pode revolucionar o mercado brasileiro de software: “Fazer parte desse movimento é estar na ponta da evolução tecnológica”.
Na Campus Party Europa, o brasileiro mostrou mais uma vez o potencial de sua ideia e levou o prêmio de € 3.000, transformados em investimento para o iTVProject. “Mais do que o valor em dinheiro, o prêmio me colocou como campeão da Campus Party Europa, que todos ouvem falar, e me deixou muito feliz”, diz Oliveira.
 
Para Mario Teza, “foi uma imensa satisfação levar um brasileiro para o concurso na Europa e ele ainda sair o grande vencedor. Isso é sinal de que o Brasil já pode dizer que está na vanguarda da tecnologia com esses novos e promissores jovens”.
 
Após todo esse reconhecimento, os seis amigos criaram a Intacto TV Digital, que conta hoje com 26 funcionários, todos voltados para o desenvolvimento de novas ferramentas tecnológicas. Entre seus clientes estão os Ministérios da Defesa e do Desenvolvimento Social, Banco do Brasil e TCU, entre outros.

via assessoria de imprensa