iPhone 6

 

A Apple segue enfrentando problemas na China. Serviços como iTunes Movies e iBook Store estão proibidos no país, e agora os modelos iPhone 6 e iPhone 6 Plus estão proibidos de comercialização naquele mercado.

 

Motivos bizarros para proibir as vendas

A situação é bizarra por dois motivos. O primeiro é que a acusação que motivou a proibição se fundamenta no fato do smartphone 100C da desconhecida empresa chinesa 100+ se parecer muito com o iPhone 6, a ponto dos usuários não serem capazes de diferenciar claramente os dois.

O segundo motivo bizarro é bem sério: vem do Escritório de Propriedade Intelectual de Beijing, deixando a Apple em posição bem delicada. A seguir, uma imagem do 100C, utilizado como prova na acusação, para que vocês tirem as suas conclusões.

100c

Como você já pode imaginar a essa altura do post, a Apple já trabalha para reverter essa proibição, como o objetivo de que tudo volte a normalidade, algo que na teoria deveria ser simples de resolver, já que, honestamente, os dois dispositivos se parecem tanto quanto colocamos um ovo e uma noz lado a lado. Porém, com o histórico que a gigante de Cupertino tem na China, não podemos dar essa causa como ganha.

Via EngadgetTENAA