Espanol-iphone_apps

O iOS 8 é exclusivo para os desenvolvedores, mas sempre existe aqueles que conseguem superar esse “pequeno obstáculo”, buscando formas alternativas de conseguirem a versão beta do programa. E como normalmente acontece, alguns problemas na instalação podem ser detectados, impedindo que o dispositivo utilize o iOS 8 de forma correta.

Os usuários sem um dispositivo ou conta registrada como desenvolvedor que tentam instalar o iOS 8 beta 1 fatalmente vão se deparar com um aviso da Apple – no iTunes e na tela do dispositivo -, alertando que é impossível instalar tal versão, por não ser uma conta aceita, deixando o iPhone, iPad ou iPod Touch em um modo “inútil”.

Com esse aviso, os usuários só ficam com a opção de retornar ao iOS 7. Mas alguns não sabem como fazer isso. Abaixo, temos um breve passo a passo que facilita as coisas, poupando muita gente de algumas dores de cabeça:

1. Coloque o dispositivo em modo DFU (desligue o dispositivo, conecte ao PC ou Mac, pressione o botão de liga/desliga – e o logo da Apple aparecerá na tela; nisso, aperte imediatamente o botão Home, e siga pressionando os dois botões. Quando a tela voltar a apagar, solte o botão de liga/desliga e siga pressionando o Home, até que o computador detecte o dispositivo – em 10 ou 15 segundos -, onde a tela do mesmo ficará apagada.

2. Com isso, o dispositivo está em modo DFU.

3. Conecte o dispositivo em um computador com o iTunes instalado.

4. O iTunes vai mostrar uma mensagem informando que detectou um dispositivo em modo de recuperação.

5. Clique em “Aceitar” nessa mensagem exibida pelo iTunes.

6. Será realizado o download da última versão disponível do iOS (7.1.1); isso pode demorar de acordo com a velocidade de sua internet.

7. Uma vez concluído o download, o iTunes fará todo o trabalho de instalação.

Pronto. Seu iDevice voltou a funcionar com uma versão estável e pública do iOS. Se você teve algum problema no processo, volte ao passo #1 e tente tudo de novo (colocar o dispositivo em modo DFU pode ser algo difícil para algumas pessoas).

Via CNET