Em um movimento para tentar acabar (ou pelo menos reduzir) com o compartilhamento de arquivos na internet, os principais buscadores se uniram para bloquear todos os resultados relacionados com downloads via torrent.

Hoje, alguns navegadores já bloqueiam o acesso a determinados sites de downloads de filmes, músicas, séries e aplicativos, informando que o usuário vai entrar em um site que não é seguro e com conteúdo protegido aos direitos do autor (algo que pode ser saltado pelo usuário sem problemas).

A nova funcionalidade a ser testada no Reino Unido (país com políticas mais rígidas para a prática de downloads ilegais, incluindo bloquear o acesso à internet do usuário), mas o tal pacto é apenas um placebo, já que os usuários desses sites já sabem quais são as páginas que oferecem esses conteúdos.

Os principais buscadores modificarão os seus algoritmos para eliminar dos resultados os sites de torrents, de forma que o usuário não consiga mais encontrar o meio para baixar o conteúdo buscado. Mas isso não impede que os próprios sites de torrents indiquem outros sites para encontrar alternativas para localizar tal conteúdo.

Simples assim.