Não existe almoço grátis!

Mohit Goel, fundador da empresa Ringing Bells, foi preso sob acusação de fraude. Sua empresa estava por trás do Freedom 251, nome comercial do smartphone de US$ 4, que jamais cumpriu os seus prazo de entrega ou unidades prometidas.

O ápice desse cenário negativo foi quando um vendedor de smartphones fez uma encomenda de US$ 45 mil em produtos, que a Ringing Bells aceitou, mas jamais entregou sequer a metade das unidades acordadas.

Mais: das unidades entregues, muitas estavam defeituosas ou sequer funcionavam. O comprador entrou em contato com a empresa pedindo o seu dinheiro de volta, algo que não foi bem recebido por Mohit Goel e outro executivo da empresa, que chegaram a ameaçar de morte o comprador e membros de sua família.

As autoridades indianas abriram uma investigação contra Goel e sua empresa. Não sabemos como o assunto vai terminar. Mas uma coisa é certa: com certeza é o fim do Freedom 251.

 

Via PhoneArena