O Microsoft Surface finalmente entrou em pré-venda nos Estados Unidos, e com isso, os seus preços oficiais foram revelados. Essa era uma das últimas dúvidas que pairavam sobre o produto, e cumprindo a sua promessa, a gigante de Redmond estabeleceu preços que posicionam o produto na faixa de valores do que é cobrado hoje pela mais recente versão do iPad.

De acordo com as informações publicadas na Microsoft Store, todos os modelos em pré-venda começam a ser distribuídos a partir do dia 26 de outubro, data do lançamento oficial do sistema operacional no mercado. A grande vantagem em termos de preço do Surface para o novo iPad é que a sua versão mais básica já conta com 32 GB de armazenamento, mas custa o mesmo preço do modelo de 16 GB do concorrente da Apple.

O Surface com Windows RT, 32 GB de armazenamento e sem a capa protetora com teclado virtual custa US$ 499, enquanto que o mesmo modelo de 32 GB com o case e teclado touch custa US$ 599. Já o modelo de 64 GB com a capa traseira tem preço sugerido de US$ 699. Essas capas também são vendidas separadamente, com cinco diferentes opções de cores (branco, vermelho, preto, azul e rosa), com preço sugerido de US$ 119,99.

Vale lembrar que essas capas não contam com o teclado físico que vimos nas demonstrações do produto. Esse case, o Surface Type Cover, estará disponível apenas na cor preta, e tem preço sugerido de US$ 129,99, e pode ser adquirida separadamente.

Muito se especulou sobre o preço do Microsoft Surface, e alguns até acreditaram que o produto poderia alcançar os US$ 1 mil, pelo simples fato de contar com especificações de um sistema operacional completo, e não de um produto com um sistema operacional móvel. Provavelmente essa oferta mais cara e mais completa fique para o Surface Pro, que vai contar com uma versão do Windows 8 “na íntegra”, mas que só chegará ao mercado no começo de 2013. Mesmo assim, podemos dizer que a oferta do Surface com Windows RT é, no mínimo, ambiciosa, uma vez que a Microsoft ainda não conta com o volume de aplicativos que o iPad possui, e de certo modo, aposta na popularidade da expansão dessa plataforma para ampliar a sua presença no mercado. Só o tempo vai dizer se eles serão bem sucedidos nessa empreitada.

Por fim, fiquem com a primeira campanha em vídeo do Microsoft Surface.

Via