Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Aparelho sensor de condutividade para fraldas (4205672), Karel Dvorak, de 03/06/1980.

O sobrenome famoso não é o aspecto mais importante desta patente, mas a utilidade desta patente. Esta fralda iria detectar automaticamente quando a fralda de seu filho precisaria de fraldas. Mas veja bem: quem imagina seu filho usando isso?

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas