Um jovem de Nova Jersey (EUA) iniciou um processo depois que um amigo avisou que seu rosto estava aparecendo no maior site de pornografia da internet, o Pornhub.

Como ele não gostou da situação, Edward Kelly decidiu tomar medidas legais. Processou a empresa MindGeek, proprietária dos sites Pornhub, RedTube, Brazzers e outras marcas dedicadas à pornografia online, pelo uso indevido de sua imagem em um anúncio comercial alojado no site por pelo menos seis anos.

Alguém no time de publicidade do Pornhub encontrou a foto e a utilizou sem o consentimento de Kelly. Quem viu a foto poderia pensar exatamente o contrário, ou seja, que Kelly permitiu isso.

A MindGeek afirma que o processo não se sustenta, e que não foram eles que criaram o anúncio, mas sim a rede de terceiros que alojou a publicidade no site.

Para Kelly, a situação é uma grande dor de cabeça, danificando a sua reputação e gerando lucros aos infratores. Por, isso ele pede uma indenização de US$ 3 milhões por danos à sua imagem.

 

Via Gizmodo

Leia também:   Carl Pei tenta trollar a Xiaomi, e se dá mal