Enquanto a maioria do Brasil estava aproveitando o feriado (online e offline), os clientes da NET na cidade de São Paulo ficaram sem internet durante parte do dia de ontem (12). Segundo relatos dos usuários nas redes sociais, o problema aconteceu nas primeiras horas da manhã, e em algumas regiões da capital paulista, se estendeu por, pelo menos, duas horas e meia, ou até mais. Hoje (13), a empresa decidiu se pronunciar sobre o assunto, explicando os motivos do problema.

De acordo com matéria publicada no site EXAME, a NET informa que a interrupção do serviço de internet na capital paulista aconteceu por causa de dois incidentes que ocorreram de forma simultânea, em pontos diferentes da cidade. Um acidente na Avenida Sapopemba, na zona leste de São Paulo, rompeu os cabos de fibra ótica da operadora, deixando o serviço de internet inoperante no horário das 11h30. No mesmo horário, a infraestrutura reserva, que poderia manter o serviço do ar, foi vítima de vandalismo, com o objetivo de furto dos fios de cobre. A NET ainda informou em seu comunicado que um dos cabos de sua rede foi cortado, mas que não houve remoção do seu material.

A operadora informou também que tão logo os problemas foram detectados, as providências foram tomadas “de forma imediata”, com equipes técnicas sendo acionadas para atender as regiões afetadas. Segundo a NET, parte do serviço nas residências foi restabelecido “imediatamente”, apesar de alguns clientes ainda manifestarem em redes sociais que o serviço ficou inoperante até as 14 horas. Nesse horário, o serviço de transmissão de dados foi completamente restabelecido.

Os usuários da NET tiveram dificuldades para entrar em contato com a central do cliente, e a empresa informa que o motivo principal para essa inoperância no atendimento está justamente no feriado, onde um número menor de atendentes está disponível para o atendimento. Nos feriados e finais de semana, a tendência no volume de atendimentos é diminuir em qualquer tipo de serviço. Por outro lado, quando um problema dessas proporções acontecem, a área de atendimento ao cliente fica simplesmente sobrecarregada, pelo menor número de funcionários disponíveis para atender as solicitações.

Via