onedrive

“Estenda a mão e eles vão querer o braço”. Acho que foi isso o que a Microsoft pensou ao anunciar o grande corte no armazenamento oferecido no OneDrive. Os grandes prejudicados são (obviamente) os usuários que até então tinham espaço ilimitado, que passa a ser limitado a 1 TB de dados.

O motivo para esse corte no armazenamento é os usuários mais sem noção que abusaram (e muito) da capacidade ilimitada. No blog oficial do OneDrive, eles mencionam que “em alguns casos, o armazenamento excedia os 75 TB por usuário, 14 mil vezes em média”. Agora, as pessoas entenderão como trabalhar com o que tem com os “escassos” 1 TB de armazenamento.

A Microsoft argumenta que “quer manter o foco em oferecer produtividade de alta qualidade e uma experiência de colaboração que beneficie a maioria dos usuários do OneDrive”, no lugar de centrar o seu serviço em gigantes backups de dados ou até computadores completos.

Mesmo a redução de espaço limitado sendo o mais chamativo, não foi a única mudança. Os usuários gratuitos também verão reduzida as suas capacidades de armazenamento, de 15 GB para 5 GB. O bônus de armazenamento por câmera também será descontinuado. As duas mudanças acontecem em 2016, e se aplicam de forma retroativa.

Além do fim do armazenamento limitado para os assinantes do Office 365 Home, Personal e University (todos passando para  1 TB), os planos pagos de 100 GB e 200 GB serão substituídos por um plano de 50 GB por US$ 1.99/mês, que entra em vigor a partir de 2016. Isso não se aplicará de forma retroativa, ou seja, quem tem planos de 100 GB ou 200 GB hoje continuam a ter esses planos.

Quem tem mais de 5 GB armazenados na conta gratuita do OneDrive podem adquirir uma cópia gratuita de um ano do Office 365 Personal, que adiciona um armazenamento de 1 TB no espaço disponível no serviço da Microsoft. Porém, não sabemos como será o procedimento para obter esse expediente, mas sabemos que quem exceder os 5 GB de dados armazenados será avisado, podendo seguir com o serviço normalmente durante 90 dias.

Quando o prazo vencer, não poderemos mais enviar arquivos, apenas baixá-los. Se depois de 9 meses o usuário não se ajustou aos novos requisitos de armazenamento, sua conta será bloqueada (mas os dados não são apagados), bloqueando download e upload de arquivos.

O espaço ilimitado do Office 365 vale até o dia 02 de novembro de 2016. A partir dessa data, o OndeDrive que superar os 1 TB não poderão subir mais arquivos, e se seis meses depois o usuário não ajustar a sua situação, a Microsoft vai apagar os arquivos de forma unilateral, até que a conta se ajuste aos novos termos.

Via Microsoft