Pokémon GO teaser

Apenas uma semana de vida, e Pokémon GO já pode ser considerado um fenômeno. Uma loucura, diriam outros. Apesar de não estar disponível de forma oficial em vários países, o seu sucesso registra crescimento constante. Os números sobre o jogo seguem aparecendo para ilustrar o que estamos testemunhando, colocando em perspectiva o alcance do game.

Mas hoje, um novo estudo confirma algo incrível: Pokémon GO é o videogame móvel mais jogado na história dos Estados Unidos, desbancando o popular Candy Crush.

Triunfou como jogo, agora quer triunfar como aplicativo móvel

Pokémon GO Nintendo 02

Segundo o estudo realizado pela Survey Monkey, Pokémon GO é o jogo com maior número de usuários ativos por dia, com 21 milhões apenas nos Estados Unidos, deixando Candy Crush e os seus 20 milhões de usuários ativos diários para trás.

O que será interessante ver será o que vai acontecer quando Pokémon GO chegara a todo o planeta, já que nesse cenário Candy Crush teve picos de até 93 milhões de usuários diários globais.

Pokémon GO foi lançado em algumas regiões do planeta, mas isso não quer dizer que você não pode instalar o jogo no seu smartphone. O APK já aparece em todos os cantos, e meio mundo aproveitou para instalar o jogo. A tabela abaixo mostra como é a participação do game ao redor do planeta nesse momento.

Pokémon GO Nintendo 023

Os dados são do último dia 11 de julho, de modo que pode haver uma variação nos dias de hoje. Mas destaca-se aqui o fato do game aparecer nas primeiras posições em países onde o mesmo não está disponível oficialmente, como Costa Rica, México e Espanha.

Outro ponto interessante é que Pokémon GO está prestes a se transformar no aplicativo com maior número de instalações no Android, já que nos EUA mais de 10% dos dispositivos Android já contam com o jogo.

Pokémon GO Nintendo 03

De acordo com as previsões, Pokémon GO se encaminha para ser o aplicativo com maior número de usuários ativos diários, posto ocupado hoje pelo Snapchat e pelo Google Maps, além de poder superar todos os recordes em tempo de uso, com média de 33 minutos diários, superando Facebook, Snapchat, Twitter e Instagram, algo que poderia ser maior se o aplicativo drenasse menos a bateria do smartphone.

E tudo isso, com apenas uma semana. Virá muita coisa pela frente.

Via Survey Monkey