pewdiepie

Depois de realizar um comentário racista durante uma transmissão ao vivo, o youtuber PewDiePie publicou um vídeo de desculpas, admitindo que a linguagem que utilizou no streaming não tem desculpa.

No vídeo, Felix Kjellberg afirma que “Não é que eu pense que eu posso fazer ou dizer o que quero e sair livre disso. Para nada é isso. Só sou um idiota. Foi algo que eu disse no calor do momento, disse a pior palavra que eu poderia ter dito e simplesmente ela saiu, e não vou tentar inventar desculpas para o que fiz, porque não há desculpa para isso.”

PewDiePie ficou famoso por controvérsias similares. Porém, esta é a primeira vez que ele expressa arrependimento, reconhecendo a gravidade das repercussões no futuro que sua linguagem racista pode causar no seu império online. Nos incidentes anteriores, o sueco desafiou as críticas e se vitimizou.

PewDiePie admitiu que estava errado, e que não poderia fazer esse tipo de comentários, afirmando que sua linguagem foi “imatura e estúpida”, se sentindo envergonhado por ter se deixado levar pela emoção do jogo com um insulto.

Relembrando: em fevereiro, a Disney rompeu o seu acordo com PewDiePie por conta das piadas anti-semitas que ele realizava em seus vídeos. A Alphabet Inc. cancelou a série Scare PewDiePie, exclusiva para o YouTube Red. E Felix ficou de forado programa Google Preferred, onde alguns produtores de conteúdo se beneficiam das melhores campanhas publicitárias do YouTube.

O vídeo com o pedido de desculpas pode ser visto a seguir.