iPhone-5c

Sergei Skorobogatov, pesquisador da Universidade de Cambridge, conseguiu superar a segurança do iPhone 5c gastando apenas US$ 100. Vale lembrar que o FBI gastou US$ 1.3 milhão para superar a proteção do mesmo dispositivo do atirador de San Bernardino.

A ideia de Sergei para burlar a segurança do dispositivo foi bem simples: realizar cópias da memória flash do iPhone para obter tentativas ilimitadas e poder lançar ataques de força bruta sem correr o risco de remover os dados do mesmo.

O iPhone 5c utilizado na demonstração era um modelo padrão, com o iOS 9.3.3, sem qualquer tipo de trapaça ou recurso adicional.

Essa façanha do pesquisador nos leva a pensar que o FBI exagerou no tema para obter um backdoor total que oferecesse acesso livre ao iOS, ou na contratação de especialistas no tema.

A seguir, um vídeo demonstrativo da invasão.

 

 

Via WCCFTech