pesquisa-idade-smartphone

Um estudo publicado no Reino Unido reabre o debate que pode ser universal: deve existir uma idade mínima para ter um smartphone?

Os resultados da pesquisa idealizada pela Internet Matters revelam que 84,6% dos britânicos entendem que sim. 26% pensam que 10 anos é a idade ideal para começar, 16% acham que o começo ideal seria aos 11 anos, e 14% acham que aos 9 anos é o suficiente. As demais opções (8, 12, 13 e 14 anos ou mais) contam com porcentagens entre 8% e 6%.

pesquisa-idade-smartphone-02

A pesquisa também revela que 82% dos entrevistados entendem que os smartphones deveriam ser proibidos nos intervalos do colégio, por entenderem que esse tempo deve ser aproveitado para descansar. 65% das crianças entre 8 e 11 anos no Reino Unido possuem um smartphone, e 23% dos pais permitem que eles levem o dispositivo ao colégio.

A pesquisa entrevistou 1.000 pais e de crianças com idades entre 8 e 11 anos. Mesmo que não sejam dados que representam a sociedade como um todo (muito menos de outros países), são dados relevantes e claros, e podem abrir um interessante debate.

É preciso levar em consideração também a liberdade que os smartphones possuem, permitindo a oferta de qualquer informação disponível na internet a qualquer momento. Por outro lado, ele pode tirar a atenção do aluno para as atividades em sala de aula.

O potencial da internet no mundo da educação é enorme, e ter um dispositivo conectado facilita muito essa tarefa. Logo, não é um debate simples de compreender, nem de sentenciar. Sempre vale a pena aqui uma boa dose de bom senso.

Via We Live Security