Houve um tempo em que gostaríamos (e muito) de entrar na sala de xerox de nosso colégio para, digamos assim, tirar cópias de partes anatômicas do nosso corpo (pode ser que você que está lendo este post não, mas muita gente que conheço gostaria sim). Para nós, isso era uma brincadeira, mas para muitos administradores de instituições educacionais, isso era uma grande dor de cabeça. Por isso, no Japão, a Canon anunciou um sistema de identificação por digitais, desenvolvido em parceria com a Hitachi, que será implantado nas suas máquinas fotocopiadores Image Runner Advance. A ideia é que apenas as pessoas autorizadas possam operar estas máquinas, o que reduziria (e muito) o índice de brincadeiras inconvenientes nas escolas e escritórios. O novo sistema estará disponível no Japão ainda nesta semana, por um preço de aproximadamente US$ 1.580.

Fonte