Windows10_atualizacao

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos vai atualizar 4 milhões de equipamentos para o Windows 10 em um ano. Esta é a maior migração anunciada para a mais recente versão do sistema operacional da Microosft, que recebe um grande voto de confiança pelo volume de equipamentos, o prazo do tempo (relativamente curto) e pela complexidade natural que envole esta organização.

As grandes empresas esperam pelo menos um ano desde o lançamento de novos sistemas antes de iniciar uma migração. O desenvolvimento contínuo do Windows 10 permite adiantar os prazos, e com o lançamento do Windows 10 Threshold 2 – a primeira grande atualização desde a RTM, de julho de 2015 -, a Microsoft garantiu que “alcançou um ponto de maturidade da plataforma para poder recomendar com segurança a atualização para o Windows 10 em organizações inteiras”.

A Microsoft convenceu um Pentágono que cita a melhora da segurança cibernética do Departamento, a redução de custos de TI e a simplificação do seu entorno operacional para anunciar a migração.

Se a adoção do Windows 10 na informática de consumo é mais lenta que o esperado (ainda que constante e com um seguro impulso nos próximos meses), nas empresas as migrações são massivas. 49% das empresas procuradas pela Forrester Research garantiram ter planos para atualizar para o Windows 10 em 2016. 38% dos funcionários querem o Windows 10 no seu próximo computador portátil, e 9% afirmam utilizá-lo em seu dispositivo principal de trabalho.

Das 120 milhões de instalações do Windows 10 (até outubro de 2015), 15% eram em computadores de empresas. Número muito alto, levando em conta que o sistema operacional estava disponível a apenas três meses. Obviamente a gestão de equipamentos em grandes organizações não tem nada a ver com o setor de consumo e os departamentos de TI contam com maior controle e flexibilidade para manejar o sistema. Por exemplo, mantendo a RTM sem atualizações fora dos parches de segurança até que comprovem sua completa estabilidade.

O Pentágono tem como missão atualizar 11 mil equipamentos por dia durante um ano, e a Microsoft recebe um respaldo para o uso do Windows 10 no setor governamental e em grandes empresas.