Quando falamos da Lockhead Martin, a primeira coisa que podemos pensar são robôs espiões, aviões e todo o tipo de tecnologia militar, mas nunca algo que seja próximo a um computador.

Porém, com seu novo IronClad, vamos ter que pensar um pouco diferente daqui pra frente. O produto nada mais é do que uma memória USB que, segundo o fabricando, é mais do que suficiente para que você possa usar de forma minimamente aceitável um PC público, ou em um ambiente que você queira manter seus dados seguros. Fica evidente que seu invento foi desenvolvido com a ajuda da IronKey, e se pensamos em distribuições de Linux com DSL, poderíamos até dizer que eles não estão oferecendo nada de novo. O que acontece é que nunca antes uma empresa tão grande e importante colocou seu nome e credibilidade em um produto como esses. Não foram divulgados os softwares que este pendrive possui, mas informaram que ele inclui tecnologia de 256 bits e, pelo menos, 8 GB de armazenamento interno, além de anti-vírus e várias opções de administração remota, para que empresas possam controlar as unidades, sabendo quem as usa e os aplicativos que são instalados nos mesmos.

Não se fala muito sobre seu preço, mas tudo dá a entender que a única forma de um consumidor comum conseguir trabalhar com um desses, é trabalhando em uma empresa que contrate este tipo de serviço.

Fonte