nfl-monitorized

Hoje, 10 de setembro, começa a temporada 2015 da NFL. O confronto entre New England Patriotos vs Pittsburgh Steelers será o primeiro de uma temporada histórica, e não apenas por causa do Super Bowl 50. A partir de hoje, vamos conhecer detalhes e estatísticas mais precisas de cada um dos jogadores da liga profissional de futebol americano.

Pela primeira vez na história da NFL, os mais de 2 mil jogadores distribuídos entre as 32 equipes portarão dois sensores nas ombreiras, que vão enviar informações em tempo real sobre o seu desempenho em campo. Com isso, as análises por parte das equipes, fãs e comentaristas terão uma precisão nunca antes vista.

 

A tecnologia a serviço do esporte

nfl-monitorized-02

Na temporada de 2014, a NFL fechou um contrato com a empresa Zebra Technologies, com a ideia que alguns jogadores carreguem sensores que enviam informações sobre o seu desempenho durante os jogos. Um programa piloto entrou em ação em 17 estádios, e apenas alguns poucos jogadores testaram o sistema. Porém, os resultados foram tão impressionantes, que a NFL decidiu renovar o contrato e implementar a tecnologia em todos os jogadores e estádios.

Cada jogador carrega dois sensores com tecnologia RFID nas ombreiras, que coletam informações como a localização em campo, velocidade, distância recorrida e aceleração. Estes sensores estão conectados de forma permanente a 20 receptores instalados em cada estádio.

Uma vez coletada a informação, ela é enviada aos servidores da NFL, onde os fãs poderão acessar os dados via aplicativo de smartphone, ou no site da liga na internet, logo após o fim de cada partida. É claro que tudo isso não é pensado apenas nos fãs: os treinadores de cada equipe terão informações mais precisas de cada jogador, para assim criar novas estratégias.

Esse é um dos passos mais importantes dentro do campo da quantificação, já que em cada jogo serão coletados dados equivalente a 68 bilhões de bytes por jogador. Um volume enorme, o que nos faz imaginar a grande quantidade de dados que serão gerenciados a cada rodada.

Via CIO