650_1000_pebble-steel-2

O CEO da Pebble, Eric Migicovsky, declarou recentemente que a empresa distribuiu mais de um milhão de unidades do seu smartwatch, e avisa que novos relógios chegarão em 2015, além de uma plataforma de software que “não se parecerá com nada que já vimos em relógios inteligentes até agora”.

O ritmo de vendas do Pebble é bom. Em março de 2014 eles alcançaram a marca de 500 mil unidades vendidas, muito por conta da redução de preços e das melhorias na plataforma. Porém, a concorrência é cada vez mais pesada, e 2015 será um ano crucial, onde as soluções da empresa poderão ser vistas no Apple Watch.

A Pebble garante que sua plataforma de software será muito diferente do paradigma tradicional da Google e da Apple, onde os aplicativos e o modelo de software são muito parecidos com o dos smartphones.

Palavras de Eric Migicovsky:

Descobrimos um novo entorno de trabalho que utilizaremos como modelo de interação com o relógio. Não vai se parecer com nada  que temos hoje, e não se parece com o que temos em nossos smartphones.

Vai ser interessante ver até onde eles podem ir. Os esforços da Pebble em incentivar os desenvolvedores – com um emulador web, inclusive – são notáveis, mas é preciso saber se essa plataforma está alinhada com os relógios, com um design que pode atender as necessidades de alguns usuários, onde o design é um item cada vez mais valorizado.

Via The Verge