A Apple registrou uma patente que contempla uma semana de bateria à base de combustível, que dotaria os MacBooks de uma autonomia de uso para ‘durante dias ou semanas’.

A patente foi registrada dias depois que a empresa britância Intelligent Energy apresentou uma bateria de hidrogênio e oxigênio em uma bateria de combustível, que oferecerá uma semana de autonomia para um smartphone como o iPhone 6.

Coincidência? Estou duvidando…

A questão da autonomia de bateria em smartphones se estende a outros dispositivos, como computadores portáteis. Sabemos que a Apple e as demais empresas de tecnologia estudam novas soluções energéticas para resolver o problema. As baterias de combustível podem ser uma solução, já que é uma tecnologia promissora, mas com soluções até agora muito volumosas e caras para o mercado de consumo.

A patente da Apple mostra que esse tipo de bateria será incluída junto com a padrão de íon-lítio, o que significa que serviria de apoio para aumentar a autonomia nos casos necessários, onde não temos uma tomada por perto. O MacBook não é citado explicitamente, mas a presença dos conectores MagSafe faz a referência aos computadores portáteis.

A Apple deixa aberto o uso do combustível utilizado, centrando-se mais no design, no controlador que monitorizará o seu funcionamento e no ventilador. Vale lembrar que nem todas as patentes se transformam em produtos comerciais, mas sabendo da influência da Apple no mundo da tecnologia, um projeto como esse seria muito bem vindo.

Via FreePatentsOnline