A ZTE está enfrentando problemas sérios após a proibição de atuação no mercado norte-americano por sete anos. Isso resultou na suspensão de todas as atividades da empresa enquanto tenta negociar a reversão da decisão com o governo norte-americano.

Mas parece que o presidente dos EUA Donald Trump está interessado em ajudar, conversando com o presidente chinês Xi Jinping para descobrir uma maneira de trazer a ZTE de volta para o mercado norte-americano.

A ZTE afirmou que possui recursos suficientes para se manter enquanto tenta negociar com o governo dos Estados Unidos. Porém, as dificuldades da empresa parecem chegar aos mais altos escalões do governo chinês. O que faz sentido, já que gera pelo menos 80 mil empregos diretos.

Trump afirmou em mensagem no Twitter que a ZTE vai perder muitos funcionários na China, e que já instruiu o Departamento de Comércio dos EUA para “resolver o assunto”.

 

 

Os problemas para a ZTE apareceram porque o governo norte-americano tem receio que a empresa represente um risco à segurança nacional. A coisa chegou ao ponto de apresentarem um projeto de lei com o intuito de proibir todas as agências governamentais de usar dispositivos da ZTE ou de outros fabricantes chineses.

Antes disso, no início do mês de maio, o Departamento de Defesa dos EUA ordenou que todas as bases militares deixassem de vender smartphones da Huawei e da ZTE.

Porém, a ZTE também começa a ser investigada no Reino Unido, onde o Centro de Segurança Cibernética local também já alertou contra o uso de serviços ou aparelhos da ZTE.

Vamos ver como essa novela vai terminar.

 

Via The Verge