xbox-xbox

Estamos a três semanas do anúncio oficial da próxima geração do Xbox, e os rumores não param de surgir pelos rincões da internet. E esse aqui interessa e muito aos gamers desconectados. O pessoal da Ars Technica garante ter se deparado com um comunicado interno da Microsoft, que desmentiria os rumores da obrigatoriedade do próximo console permanecer o tempo todo conectado na internet para jogos.

Faz muito tempo que esse rumor é comentado por gamers, especialistas de mercado e até ex-funcionários da Microsoft. A medida de deixar o console o tempo todo conectado à web teria como objetivo aplicar uma espécie de “DRM moderno”, ou seja, apenas jogos originais seriam executados, e ainda assim, apenas e tão somente em um único console. Resumindo: a receita para levar um belo tiro no pé.

Porém, o tal comunicado interno enviado para todos os funcionários da Microsoft envolvidos no projeto do novo Xbox desmentiria tais rumores. Segue o trecho que nos interessa a seguir:

“O novo Durango (nome de código do próximo console da Microsoft) está desenvolvido para oferecer aos usuários todos os cenários que eles buscam em relação à conexão na internet, incluindo aqueles onde se planeja utilizar o console sem conexão, incluindo a reprodução de um disco de Blu-ray, assistir canais de TV e, obviamente, rodar jogos com um único jogador”. 

Ou seja, para bom entendedor…

Isso desmentiria por completo o uso do DRM no novo console da Microsoft, além de confirmar outras características até então não relatadas, como o uso de discos em Blu-ray, tecnologia que a Sony está utilizando desde a geração anterior (PS3) e que com certeza estará presente no PS4.

A notícia acalma um pouco os usuários, que temiam que a Microsoft apostaria nesse formato que não era lá muito favorável para os jogadores (principalmente aqui no Brasil, onde a internet não é lá grande coisa). Sem falar no temor do “efeito SimCity” em escalas muito maiores, uma vez que não apenas um único jogo exigiria uma conexão constante, mas sim todo o console.

Porém, ainda não é hora de comemorar. Nada mudou em relação aos consoles de segunda mão, que por enquanto, permanecem bloqueados. Não exigir uma conexão à internet de forma constante já é uma vitória. Porém, ainda existe a chance do novo Xbox exigir um sistema de “ativação” para os jogos de modo online, para que você possa jogar offline. Porém, essa ativação seria para um único console. E, se isso acontecer, o mercado de vendas de segunda-mão de jogos do novo Xbox está morto, sem sequer chegar a nascer.

Essa e outras perguntas só serão respondidas no próximo dia 21 de maio, onde conheceremos a nova geração do Xbox, e todos os seus detalhes.

Via Ars Technica