O anúncio da venda da Palm estava, de certo modo, incompleta, e os detalhes dessa tal venda começam a aparecer. Segundo a agência Reuters, a fabricante de celulares estaria analizando várias opções, e entre elas, vender as licenças do webOS e/ou aceitar investidores que levantem dinheiro suficiente para continuar com as operações da empresa e o desenvolvimento de suas tecnologias.

Vender as licenças de seu sistema operacional não parece ser uma fórmula interessante, mesmo porque eles já fizeram isso com o Palm OS, mas ainda que isso no inicio pareceu ser uma decisão acertada, terminou sendo quase a falência da Palm. De qualquer forma, se as negociações e administração acontecerem como a Palm espera, o dinheiro obtido com isso poderia ser o suficiente para manter a empresa.

Sobre a venda da Palm, Mitch Allen, CTO da Palm, deu uma entrevista dizendo que o preço das patentes da Palm são avaliadas nos valores de US$ 8 a US$ 9 por ação, ou em um montante total de US$ 1.5 bilhão. Isso poderia significar que quem compra ações a US$ 6 (preços atuais), estaria recebendo mais do que pagou. Bom, o fato é que o futuro da Palm é incerto, e esperamos que as coisas sigam sem maiores contratempos para a empresa, para que os consumidores continuem celebrando a pequena, mas valorosa família de produtos Pre.

Fonte