pegadinhas

 

Gente sem noção. Pais sem noção.

Um canal do YouTube chamado DaddyOFive mostra um casal (ele, o pai biológico, ela, sua companheira) que dedica o seu tempo livre em fazer pegadinhas com os filhos, enviando as reações das crianças em vídeos na internet.

Os conteúdos dos vídeos tinham gosto muito duvidoso, onde os pais submetiam as crianças, principalmente o filho mais novo, Cody, à situações vexatórias e muito constrangedoras.

 


O vídeo acima é uma compilação dos momentos vividos por Cody, onde ele sempre acaba chorando, com ataques de ira por conta dos altos níveis de ansiedade e estresse desnecessário. Por algumas vezes o garoto ameaçou se matar nos vídeos.

Os pais chegaram a fazer com que Cory acreditasse que ele ficou sozinho em casa, sem poder ir para a Disney por algo que ele fez. Ou a companheira derrama tinta no seu quarto e culpam o garoto, resultando em um ataque de incredulidade da criança indefesa.

Tais situações fizeram com que alguns assinantes do canal denunciassem os pais para as autoridade spor abuso, o que resultou na retirada da custódia de dois dos cinco filhos (os mais novos, incluindo Cody), que agora estão com a mãe biológica.

 

 
Os vídeos do canal foram apagados do YouTube, e agora só encontramos um vídeo de desculpas do casal, que pede perdão pelos erros cometidos.

A polêmica só aumenta quando o programa matinal da TV norte-americana Good Morning America defende a inocência dos pais, afirmando que as brincadeiras eram pré-produzidas, e que as crianças estavam cientes das pegadinhas “na maior parte do tempo”.

Difícil de acreditar nessa teoria absurda…

 

Via PúblicoThe Independent, BBC, YouTube (KrisSoCool)