Depois de perder temporariamente a custódia do filho, os pais da criança e responsáveis pelo canal do YouTube DaddyOFive foram considerados culpados pelo crime de humilhações cruéis com o menor de idade.

O casal foi denunciado pelo youtuber Philip DeFranco, que gravou um vídeo falando sobre o comportamento questionável da dupla. O vídeo foi visto por milhões de pessoas, gerando uma discussão sobre as “brincadeiras inocentes” que os pais faziam com seus filhos.

Muitos internautas denunciaram o canal DaddyOFive, que na época contava com mais de 300 vídeos (todos já apagados) e mais de 750 mil inscritos, dos quais apenas 20 mil saíram do canal.

 

 

No julgamento, dois vídeos foram utilizados como prova de acusação: um onde a criança come “a comida mais asquerosa do mundo”, e outro onde o pai destróio o videogame da criança.

A sentença para os pais de Cody foi determinada em cinco anos de liberdade condicional e vigiada, pela negligência no cuidado dos seus filhos de dois e cinco anos de idade. O juiz alega que as atitudes do casal foram além de um castigo físico, e nada daquilo era engraçado em momento algum. Um relatório psicológico das crianças comprova que as mesmas ficaram traumatizadas com tais práticas.

 

 

As crianças agora estão com sua mãe biológica, e o casal condenado só poderão visitar os dois com permissão judicial. A mãe de Cody e Emma já havia solicitado em outubro de 2016 a custódias dos filhos antes de descobrir sobre a existência do canal no YouTube.

 

Via The Washington Post