jobs-wozniak

Steve Wozniak decidiu desmontar um dos mitos do mundo da tecnologia mais antigos. Palavras dele: “Não criamos a Apple em uma garagem. É uma história inventada.”

Woz fez essa declaração em uma conferência na Escola de Negócios da Universidade Europeia em Madrid (Espanha). A história até então oficial era que Steve Jobs tinha 15 anos de idade quando em 1971 conheceu Steve Wozniak, entusiasta da eletrônica com aspirações de criar o seu primeiro computador, o que resultou no Apple I, apresentado no Homebrew Computer Club, em abril de 1976.

Pensado originalmente no uso pessoal, Jobs tinha claro que a sua grande acolhida o transformaria em um produto comercial. Porém, ele teve que criar antes a Apple Computer, em 1 de abril de 1976. Três meses depois, o Apple I era vendido em uma loja local por US$ 666,66, e mesmo sendo um monte de circuitos que obrigavam o comprador a comprar a carcaça, a fonte de alimentação, a tela e o teclado, já era um grande passo em direção aos computadores pessoais que temos hoje.

Foram fabricadas 200 unidades do Apple I, mas de acordo com Woz, sua construção à mão em uma garagem é um mito:

“Nunca desenvolvemos novos produtos em uma garagem. Não desenvolvemos nada, nem negócios. É uma história inventada. Steve Jobs criou parte do negócio na sua casa. A garagem era a gente, que tinha que utilizar o que fosse possível para fazer dinheiro… reconheço que é muito melhor a história da garagem.”

apple-1

Wozniak confirmou outros detalhes conhecidos dos primórdios da Apple e de cada um dos seus fundadores. “Eu queria que todos pudessem construir o seu computador por US$ 300, mas Steve não estava interessado. O que ele queria era construir uma parte do computador por US$ 20, e vendê-la por US$ 30. Era o homem dos negócios. Queria fazer dinheiro.”, afirma Woz.

Que continua:

“Éramos muito parecidos em muitas coisas, principalmente sobre como nos divertíamos. Compartilhamos muito até que chegou o Apple II. Foi com ele que ganhamos dinheiro mas, uma vez que ganhamos, a personalidade de Jobs mudou. Falava com todo mundo da empresa, se metendo em cada detalhe. Foi um erro. Eu seguia ocupando meu tempo com a engenharia, trabalhando nos modems…”, destaca um bonachão Wozniak, que como bem sabemos, acabou saindo da Apple anos depois.

Via El País