Uma memória SSD é um desses componentes que podem vir a dar uma vida nova a um notebook antigo como quase nenhum outro, mas tem um grave efeito colateral: seu preço é excessivamente elevado… ou devemos dizer que “era”?

Enquanto os preços dos discos rígidos subiram por causa das inundações na Tailândia, as unidades em SSD teve o seu preço drasticamente reduzido, por causa de uma simples evolução da tecnologia, que inclui chips NAND mais baratos e melhores controladores nas memórias da OCZ, Intel e Crucial, que juntas, tiveram um corte de preço estimado em 65%.

Se em junho do ano passado uma memória de 256 GB poderia ser adquirida pelo preço de US$ 500, hoje é possível comprar essa mesma unidade por US$ 200, o que ainda não é algo que podemos chamar de “barato”, mas é sim bem mais acessível. Isso quer dizer que o preço por GB do SSD está na média de US$ 0,82, algo que já pode ser considerado o sistema de armazenamento (quase) ideal na grande maioria dos casos.

Via TechReport