Para a Google, mostrar os mapas não é um simples passatempo, ou algo que se faz do dia para a noite (não é mesmo, Apple?). É algo que eles compartilham com o mundo com merecido orgulho. E temos que admitir que o Google Maps é um excelente produto. Mas agora, ficou ainda melhor, graças às novas opções topográficas que substituíram as imagens planas por aquelas que incluem informações sobre elevações, vegetação ou desertos.

Um exemplo claro do que estamos falando está na imagem acima, quando podemos ver claramente a Floresta Amazônica, no Brasil, em uma cor diferenciada para destacar o que lá está: a floresta. Além disso, a partir de agora, as formações naturais maiores e importantes do mundo poderão ser buscadas pelo seu nome, como é o caso da própria Floresta Amazônica.

A atualização é mais uma ótima adição ao serviço, e não apenas porque é uma representação mais justa e objetiva para alguns lugares do planeta, mas também porque lembra ao usuário o quão impressionante e importante certas regiões do planeta são, até mesmo para o equilíbrio biológico de todo o meio.

Via