2012 está prestes a acabar, mas não podemos encerrar as atividades desse ano histórico sem listar os grandes erros cometidos pelas gigantes de tecnologia. E esses #fails aconteceram no Brasil e no exterior, de forma indiscriminada. A lista a seguir não tem uma ordem de importância, e apenas mostra que errar é humano. Mas erros no mundo da tecnologia são simplesmente mais um motivo para chegar nas redes sociais e colocar a hashtag #fail.

Apple Maps

A indefectível Apple, sempre dedicada a oferecer produtos que beiram à perfeição, lançou o Apple Maps do jeito que você já conhece. Pior: removeu o Google Maps no iOS 6, e deixou o seu mapa como opção nativa. Esse é um dos grandes erros de 2012, a ponto de fazer Tim Cook se desculpar publicamente pelo aplicativo lançado, além de demitir o responsável pela “obra de arte”. A verdade é uma só: a Apple jamais deveria ter lançado a sua solução de mapas até que ela fosse realmente funcional.

Facebook estreando na Bolsa de Valores

8 anos depois de seu lançamento, o Facebook chega à NASDAQ. E o que prometia ser uma maravilha nos primeiros minutos na bolsa se transformou em uma grande decepção ao final desse mesmo primeiro dia. Com ações que chegaram a valer US$ 43 cada, estão hoje na faixa dos US$ 25. Essa é uma das piores estratégias no mundo da tecnologia de consumo ligada à Bolsa de Valores. Em compensação, esse valor deve subir para mais de US$ 30 em 2013.

Nexus Q

A verdade? Ninguém sabia direito o que o Nexus Q realmente fazia. Talvez esse seja o pior lançamento de hardware da história do Google, uma vez que, entre os diversos problemas que o conceito tinha, se destacava o fato dele ser uma espécie de Apple TV, mas focado na música, e custando três vezes mais caro que o produto da Apple… que também pode ser usado com streaming de música. Resultado: suas vendas foram praticamente nulas, já que qualquer smartphone/tablet (da linha Nexus, inclusive) fazia o mesmo. Estava condenado ao fracasso desde o dia de sua apresentação oficial.

Demonstração da câmera do Nokia Lumia 920

Em setembro, a Nokia apresentou os seus primeiros modelos de smartphones com Windows Phone 8. Um desses modelos era o Nokia Lumia 920, com um design atraente, um processador potente, tela grande e uma câmera traseira espetacular. Não, peraí… na parte da câmera é quase isso. Os vídeos e fotos da demonstração feita pela Nokia na verdade foram capturadas por câmeras DSLR (profissionais), que não chegam nem perto de ser dos sensores das câmeras do Lumia 920. Um grande #fail da finlandesa. Afinal, as câmeras com tecnologia PureView são boas… mas não fazem milagres.

Comerciais “Genius” da Apple

Em julho, a Apple lançou uma série de anúncios publicitários para a TV dos Estados Unidos, com o tema “Genius”, que são os funcionários da Apple Stores. Porém, os anúncios foram muito mal recebidos, pelo simples fato da Apple dar a entender que seus usuários eram meio “burros” (no mínimo). Pode ser exagero do público, uma vez que todo mundo já teve dúvidas sobre questões simples dos produtos Apple (ou de qualquer outro produto). Mas a empresa de Tim Cook levou as reclamações a sério, e removeram os comerciais do ar depois de menos de uma semana de veiculação.

Mais e mais redes sociais

Como se não bastasse um mundo com Facebook, Twitter, LinkedIn, Weibo, Google+ e Pinterest, 2012 marcou a chegada de novas redes sociais, para os mais diferentes públicos e objetivos. E a pergunta que fica é: precisamos disso? A maioria dessas novas redes simplesmente não são atraentes, e a maioria das pessoas só precisam estar conectadas ao Facebook e ao Twitter, no máximo. Em 2013, a Microsoft deve tentar fazer o So.cl engrenar, e o MySpace, que renasceu, deve ter o seu ano de prova. Vão triunfar? Acho muito difícil.

Fim do Megaupload

Impossível não mencionar esse que é um dos maiores #fails de 2012, e ao mesmo tempo, um dos eventos mais importantes da internet no ano, na década e, quem sabe, na sua história. Kim Dotcom sendo preso, o Megaupload encerrado, e milhões de internautas ao redor do mundo questionando a censura na internet, ou a “caça às bruxas” promovidas pelos órgãos governamentais sobre qualquer plataforma online que estivesse de alguma forma relacionada à pirataria. 4% do tráfego de toda a internet era do Megaupload, e isso é muito. Em 2013, o Mega vem ai, totalmente remodelado, e segundo Dotcom, “indestrutível”. Vamos ver…

O atraso do BlackBerry 10

2012 foi o “ano perdido da RIM”, já que a empresa não lançou nada. Porém, o BlackBerry 10, considerado por muitos o “tiro de misericórdia” da empresa, só deve chegar ao mercado em 30 de janeiro de 2013. O atraso desse lançamento por quase um ano trouxe como consequência a perda de muitos usuários, e mesmo com a perspectiva positiva que o BB10 oferece, é fato consumado que, se ele não der certo, a RIM pode simplesmente dar adeus ao mercado mobile. Mas torcemos para que isso não aconteça.

Windows 8 com erro no preço no seu lançamento

Algo sempre dá errado em um lançamento de uma nova versão do Windows. Dessa vez, quando ele chegou ao Brasil, o seu pacote de atualização online teve suas vendas suspensas, uma vez que os usuários se depararam com valores quase R$ 15 mais caros que os previamente anunciados pela Microsoft (R$ 69). O acesso foi normalizado poucos dias depois, com a Microsoft reconhecendo a falha na regionalização dos valores, e reembolsando integralmente quem pagou a mais.

Chuvas na Campus Party. Na verdade, DENTRO da Campus Party

Podem mudar muita coisa na Campus Party de um ano para outro, mas sempre alguma coisa dá errado. Em 2012, a organização decidiu mudar o evento para o Centro de Exposições do Anhembi, por entenderem que o espaço era mais viável para comportar o número de presentes. Porém, não contavam que a estrutura do local fosse seriamente danificada com as fortes chuvas que caíram sobre São Paulo na semana do evento. Palestras foram suspensas e equipamentos foram danificados. Em 2011, não foi muito diferente, onde até um apagão aconteceu no Centro de Exposições Imigrantes.