mulher-usando-fone-de-ouvido

Isso mesmo. Damos nome aos bois, doa a quem doer. Se os fones de ouvido disponíveis no mercado são tão caros, a culpa é sua e de mais ninguém. Bom, pelo menos é isso que diz um estudo da Futuresource Consulting, que mostra que o aumento de preço desses acessórios está diretamente relacionado ao interesse do consumidor pelo produto.

O apetite dos usuários, que buscam mais recursos adicionais nos fones de ouvido, é a causa do aumento do preço médio dos fones de ouvido disponíveis no mercado. Ou seja, a culpa é sua por ser um usuário tão exigente. A demanda por fones de ouvido esportivos cresceu nos principais mercados da Europa e América do Norte, assim como as vendas dos modelos sem fio (dobraram a sua distribuição em 2015), e estes são perfis de acessórios considerados especiais, com qualidades diferentes e recursos adicionais, e tudo isso se traduz em aumento de preço.

Números ajudam a ilustrar o momento: os fones de ouvido cresceram em distribuição em 7%, alcançando as 331.3 milhões de unidades, enquanto que o preço médio subiu 11%, ficando em US$ 34 em 2015. A busca de características diferentes fez com que as vendas dentro da faixa etária entre 25 e 49 anos aumentasse em 55%, enquanto que as vendas abaixo dos 25% caiu apenas 1%.

Entre as marcas, Sony, Beats (by Apple), JVC e Apple dominam o mercado, e na linha premium, Beats e Bose contam com 40% das receitas globais.

Via The VergeFutureSource