whatsapp-numeros-2016

O WhatsApp alcançou recentemente a marca de 1 bilhão de usuários. Mas nem tudo é ter usuários. Também é preciso fazer esses usuários serem verdadeiramente ativos. Jan Koum, um dos fundadores do aplicativo, revelou recentemente que os usuários do seu serviço são verdadeiras máquinas de escrever mensagens e compartilhar conteúdos.

Os servidores do WhatsApp não descansam. Por eles, passam 42 bilhões de mensagens de texto, 1.6 bilhão de fotos e 250 milhões de vídeos por dia. E tudo isso é gerenciado por apenas 57 engenheiros. Ou seja, o serviço não possui um cemitério de usuários inativos.

Partindo do princípio que são 1 bilhão de usuários ativos, isso quer dizer que cada usuário envia todos os dias (em média) 42 mensagens, 1.6 fotos e 0.25 vídeos por dia. Levando em conta que alguns grupos do WhatsApp fazem alguns usuários mandar números bem maiores que esses, os usuários inativos parecem ser bem poucos.

Koum também informa as estatísticas de idiomas suportados e funcionários. Hoje, o WhatsApp suporta 53 idiomas, graças aos grupos de tradução que contam com colaborações altruístas de muitos usuários.

Com tais números, agora é hora de rentabilizar todo esse tráfego. O objetivo do WhatsApp é bem claro quando deixou de cobrar US$ 1 por ano de assinatura de cada usuário: centrar seus esforços na busca de investimentos em empresas.

Um movimento bem lógico. O Facebook não ia rentabilizar sua marca se cobrasse US$ 1 por ano de cada usuário, e as empresas estavam ansiosas para contar com uma ferramenta oficial para se comunicar com os usuários. Seguimos esperando detalhes concretos dos planos do WhatsApp, que terá que ter muito cuidado para não povoar o seu aplicativo de spam.