games-origin

Os sistemas de proteção de conteúdos digitais contam com o péssimo costume de tratar os consumidores legítimos como se fossem delinquentes, quando eles não eliminam diretamente o direito de devolução e revenda dos jogos. A EA é uma das empresas que mais recebe críticas pela sua agressiva política de DRM. Porém, parece que alguém aprendeu com os seus últimos tropeços, e a notícia desse post confirma isso.

A mesma EA anunciou que adicionou na sua plataforma de jogos Origin uma nova “Great Games Guaranteee”, que permite ao usuário devolver os títulos que adquiriu em até sete dias após a sua compra. O comprador tem o direito da devolução dentro desse período, por qualquer motivo, e sem precisar dar maiores explicações.

A política de devolução de jogos da Origin vai permitir que você recupere o valor de sua compra em um prazo de até 24 horas a partir da primeira vez que você executar o jogo, ou em até sete dias após sua compra, se você não executou o jogo nenhuma vez nesse período. Caso o jogo em questão estiver em um período de reserva ou pré-venda, não se preocupe: o período de devolução só começa a contar a partir do momento que o game chegar ao mercado, de mofo que você sempre vai ter tempo para solicitar a sua devolução.

O novo sistema de devolução de jogos da Origin está disponível em 20 países (Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Cingapura, Espanha, Portugal, Itália, México, Brasil, Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca, França, Bélgica e Holanda), e terão efeito sobre os jogos da EA. O conteúdo via download não estará englobado nessa política de uso.

De forma adicional, e para evitar que os gamers tentem bater o recorde de jogos devolvidos em menos de 24 horas, a EA vai supervisionar o número de devoluções por usuário, para evitar abusos.

Resumindo: não deixa de ser uma boa notícia para os usuários do Origin.

Via EA.com