zte-open

Mesmo com o iOS e o Android como sistemas dominantes do mercado mobile, aos poucos as novas alternativas estão aparecendo. O ZTE Open, com Firefox OS, foi apresentado oficialmente nessa semana na Europa. Longe de estar entre os modelos top de linha, o novo smartphone se apresenta como uma opção para satisfazer as necessidades dos usuários com exigências mais básicas de uso.

Dessa forma, ele pode se transformar em uma opção realmente barata e funcional para aquele usuários que possuem necessidades mais básicas com um smartphone. E todas as observações a seguir desembocam em uma pergunta: o Firefox OS foi feito para você?

Antes de mais nada, temos que obrigatoriamente analisar o primeiro modelo comercial com Firefox OS, o ZTE Open. Estamos diante de um telefone com características técnicas que seriam bem vindas em 2009/2010: tela de 3.5 polegadas (320 x 480 pixels), processador Cortex A5 de 1 GHz, 256 MB de RAM e câmera traseira de 3.2 megapixels.

As características técnicas limitadas não são nenhuma novidade. Já era sabido de forma antecipada que o modelo (e o sistema operacional como um todo) estaria orientado para uma linha baixa de produtos. Tanto, que o preço de 69 euros se alinha à essa proposta, sem falar que o modelo contará com um saldo de créditos de 30 euros, o SIM card, uma tarifa de internet pré habilitada e um cartão microSD de 4 GB.

Depois de observar as suas especificações, e perceber que elas estão de acordo com o preço final do produto, não é difícil sentenciar que, se hoje extraímos o máximo de nosso smartphone top de linha, o ZTE Open jamais será capaz de substituí-lo. De fato, não levaremos cinco minutos para entender isso. Então… para quem é destinado o ZTE Open com Firefox OS?

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que o Firefox OS conta com um forte apoio por parte das operadoras de todo o planeta. O seu principal objetivo é estabelecer uma opção séria no mercado de entrada, principalmente nos países emergentes. Desta forma, graças ao seu preço reduzido, ele pode se transformar em uma ótima alternativa para os mercados específicos (ou aqueles que eles buscam conquistar).

firefox-os-teaser

Por outro lado, se você observar com muito cuidado, a maioria dos usuários de smartphones (principalmente os novos usuários) não exploram todo o potencial dos seus respectivos dispositivos. Para falar bem a verdade, a utilização de algumas pessoas fica restrita ao Whatsapp, a alguma rede social e um ou outro aplicativo específico. Nesse aspecto, a pergunta é: qual é a vantagem do Firefox OS diante de um Android de entrada?

Um dos maiores problemas do Android é a sua rápida evolução. Dependendo do pondo de vista, isso pode ser algo bom ou ruim. Vendo a situação a partir dos modelos de entrada, nos damos conta que em poucos meses os nossos smartphones ficarão obsoletos, apenas pelo fato desses modelos nãos erem compatíveis com as versões mais recentes do Android. É claro que os fabricantes trabalham para que isso não aconteça com tanta frequência (alguns lançamentos de 2013 mostram isso de forma muito clara), porém, o problema existe para a maioria dos modelos de entrada.

Já com o Firefox OS, que é baseado no HTML 5, esse problema não será tão presente, ou se existir, não vai afetar tanto os usuários.

O ZTE Open não vai ter vida fácil em mercados desenvolvidos. Nesses mercados, muitos usuários ainda vão seguir comprando dispositivos com o Android, e esse é um movimento natural. por outro lado, nos países emergentes, o Firefox OS pode conquistar uma boa fatia de mercado, justamente pelo fator preço.

Por fim, a resposta para a pergunta “o Firefox OS serve para você” é “depende”. Para quem tem um iPhone 5 ou um Galaxy S4, testar o Firefox OS é se sentir voltando no tempo. Se você não tem nenhum smartphone, vale o aviso que o sistema da raposa ainda está muito verde, e não possui nenhum aplicativo do Whatsapp para você conversar com os seus amigos. Agora, se você mora em um país onde você não quer pagar mais que R$ 400 em um telefone para gerenciar a sua vida… quem sabe?

Ao meu ver, o Firefox OS só está começando. Temos que esperar mais algum tempo para saber o que realmente ele é capaz de fazer por nós.