tizen_logo

Segundo o Wall Street Journal, a operadora japonesa NTT DoCoMo decidiu adiar o lançamento do seu smartphone com o sistema operacional Tizen, que deveria acontecer em janeiro. Kaoru Kato, presidente da operadora, comentou que o Tizen segue sendo importante para eles, mas considera que não é um produto que, nesse momento, possa competir com o Android e o iOS.

Na Europa, o cenário de descrença no Tizen não é muito diferente. A operadora francesa Orange foi a que mais se movimentou nesse sentido, e também planejava um lançamento com o sistema para o mês de janeiro, mas agora consideram que o Tizen não está suficientemente maduro, e por conta disso, não vão apresentar novidades nesse sentido em curto prazo.

Telefónica e Sprint também não apresentam muito interesse no Tizen. A operadora espanhola está priorizando o Firefox OS, e os norte-americanos entendem que precisam de produtos de impacto para o mercado, e não de “aventuras”.

De qualquer forma, a Samsung promete apresentar um preview da versão final do Tizen na Mobile World Congress 2014, além dela mesma lançar dispositivos com o sistema em breve. Também é esperado que a ZTE faça algum anúncio ao longo de 2014.

Lembrando: a ideia da Samsung com o Tizen é ser independente em relação ao Android e Google – algo que eles também poderiam fazer com uma versão fork do Android – mas com a parceria de 10 anos com a empresa de Mountain View no segmento de patentes, tudo indica que os planos com o Tizen podem mudar consideravelmente.

Via WSJ