opera

 

Há quase meio ano que o navegador Opera possui um VPN integrado na sua versão oficial. Besta ativar o recurso, e tudo o que você acessar na web fica protegido de olhares alheios.

É importante lembrar que tudo o que você esconde da operadora de internet fica visível para o prestador do serviço de VPN. Embora o Opera afirma não salvar o registro do que é feito, o serviço na verdade é disponibilizado pela empresa canadense SurfEasy, que eventualmente pode armazenar os dados. Sem falar no fato que o Opera foi comprado por um consórcio chinês, que também pode eventualmente recolher dados.

Logo, tudo pode ser uma questão de quem você prefere confiar: na operadora, no desenvolvedor do navegador, no prestador do serviço, na VPN… sem falar na possibilidade de você utilizar uma rede WiFi maliciosa que pode se passar por um hotspot público, que pode roubar os seus dados.

Nesse caso, o navegador protege apenas a sua navegação na web. Utilizar um VPN “a sério” pode proteger todo o tráfego de dados que você usar no computador ou smartphone.

Pense nisso.

 

 

 

Via Opera