O consórcio de transportes metropolitanos de Londres anunciou que alguns dos seus tradicionais ônibus urbanos contarão com o café como combustível a partir da próxima semana.

Na verdade, será o resultado do processamento dos restos de café resultantes da produção diária da bebida, que é tratada par se tornar um biocombustível. Desse material se obtém um azeite que é mesclado com gasolina em proporção 20/80.

80% de combustível, mas 20% a menos de combustível para todo mundo. 200 mil toneladas por ano de dejetos são descartados, e agora esses resíduos poderão ser recolhidos de hotéis e fabricantes de café radicados na região.

O B20 é o material resultante desses resíduos, que é misturado com a gasolina. O produto será utilizado nas linhas urbanas a partir da semana que vem.

A parte mais interessante do processo é que não é preciso modificar os motores da atual frota de ônibus. Basta substituir a gasolina pelo componente resultante do café, e pronto: menos contaminação em Londres.

 

Via Mashable