oneplus-one-cabecera

E finalmente, ele é oficial. A OnePlus realizou hoje (23) uma coletiva de imprensa para apresentar de forma oficial e definitiva o seu já muito desejado smartphone One, revelando assim todas as suas especificações técnicas que o classificam como (segundo a própria OnePlus) “o smartphone perfeito”.

Para te posicionar melhor no assunto, lembro que o dispositivo chegou ao mundo depois da saída de Peter Lau da Oppo (onde ocupava o cargo de vice-presidente), e sua iniciativa para criar uma nova empresa, capaz de oferecer ao consumidor o melhor smartphone Android do mercado. Depois de tantos vazamentos e especificações especuladas, o OnePlus One conseguiu atrair a atenção de todos, e a presença da CyanogenMod no projeto fez com que esse interesse se tornasse ainda maior.

A partir de agora, vamos falar de todos os detalhes do atraente smartphone, que logo de cara já se posiciona como um dos melhores dispositivos Android do mercado, e com um preço que não vai deixar ninguém indiferente

OnePlus One, o “Flagship Killer”

oneplus-one-11

O OnePlus One conta com uma tela de 5.5 polegadas IPS, desenvolvido pela Japan Display (Full HD) e com proteção da película Gorilla Glass 3 da Corning. Os botões de navegação podem ser desenhados na tela, ou embaixo da mesma. Apesar da OnePlus querer se distanciar ao máximo da Oppo (e eles não mediram esforços para isso), é inegável dizer que o seu conceito é bem semelhante ao do Oppo Find 7a, com o mesmo nível de qualidade nas especificações e na construção do dispositivo.

Qualcomm Snapdragon 801

Outro grande destaque da lista de especificações técnicas está no seu processador da Qualcomm, que é o mais recente da empresa. Um chip Snapdragon 801 quad-core de 2.5 GHz, trabalhando em conjunto com uma GPU Adreno 330. Tal detalhe havia ficado no ar nas últimas semanas, mas que agora é oficial, trazendo assim uma excelente notícia. Afinal, estamos falando de um dispositivo que se posiciona em pé de igualdade em relação aos melhores smartphones do mercado. Ou seja, não poderíamos esperar menos que o melhor nesse aspecto.

oneplus-one-3

Além disso, o dispositivo conta com 3 GB de RAM, outro número que o coloca um passo a frente dos seus concorrentes. Sobre sua memória interna, ele estará disponível em duas opções, com 16 GB e 64 GB de armazenamento. Eles consideraram uma opção intermediária – com 32 GB -, mas decidiram oferecer a versão de 64 GB pelo mesmo preço que eles venderiam o modelo de 32 GB.

Obviamente, o novo smartphone é compatível com a conectividade LTE (sem confirmação se é compatível com as redes brasileiras), além do suporte para NFC e Bluetooth 4.1. Outro diferencial do OnePlus One é o seu sistema de cancelamento de ruído, através de um microfone triplo e dos alto-falantes desenvolvidos em parceria com a JBL. Como bônus, o seu sistema de notificação por LED funciona com várias cores.

carcasas

As dimensões do OnePlus One são de 152.9 x 75.9 x 8.9 mm, com peso de 162 gramas (é o mais leve do mercado no seu tamanho). Sua bateria possui 3.100 mAh, e o dispositivo é compatível com carcaças intercambiáveis, com designs muito atraentes para a parte traseira.

CyanogenMod 11S

cyanogen

Para entender o desenvolvimento do OnePlus One, não podemos nos esquecer que esse é um smartphone concebido em parceria com a Cyanogen, e por conta disso, ele já carrega a sua particular versão do sistema operacional Android, a CyanogenMod 11S. Essa versão foi desenvolvida sobre o Android 4.4 KitKat, onde o “S” do nome nos indica que esta é uma versão especial para o smartphone da OnePlus. Na China, estará disponível uma versão com a personalização Color OS.

Aqui, podemos esperar atualizações e otimização com suporte a longo prazo – a característica principal aqui é estender a vida útil do seu hardware ao máximo -, além de uma interface bem limpa, com um um gerenciador de temas. A privacidade e segurança também é um dos pontos fortes no trabalho da Cyanogen.

Câmera Sony de 13 megapixels

Nem os megapixels, nem o nome do fabricante garantem uma câmera sobressalente, mas não duvidamos que, nesse caso, há potencial. O sensor traseiro do OnePlus One é fornecido pela Sony, com 13 megapixels, sistema de retro-iluminação Exmor IMX 214, que por sinal é o mesmo presente no Oppo Find 7a, recebendo muitos elogios daqueles que testaram o produto.

A lente possui uma abertura máxima f/2.0, e está composta por seis elementos. O flash é duplo LED, e os modos de gravação de vídeo vão desde a 4K até os modos de gravação em alta velocidade (720p a 120 FPS).

A câmera frontal é de 5 megapixels, com uma óptica gran angular – 80 graus -, perfeita para qualquer tipo de uso.

OnePlus One, preço e disponibilidade

O OnePlus One chega primeiro nos seguintes países: Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Itália, Holanda, Portugal, Suécia, Taiwan, Reino Unido e Estados Unidos. O preço para o modelo de 16 GB – na cor branca – é de 269 euros, enquanto que o modelo de 64 GB – na cor negra – custa 299 euros. Nos dois casos, os impostos já estão incluídos (despesas de envio a parte).

Sobre a sua presença no Brasil, nada é confirmado. Só esperamos que a Anatel não considere esse modelo um “smartphone pirata”, pois eu tenho certeza que muitos leitores já estão interessados em importar uma unidade desse interessantíssimo Android, que já entra na lista dos melhores de 2014.

 oneplus-one-01 oneplus-one-02 oneplus-one-03 oneplus-one-04 oneplus-one-05 oneplus-one-06 oneplus-one-07 oneplus-one-08 oneplus-one-09 oneplus-one-10 oneplus-one-12

Via OnePlus