olio-topo

A Olio apresenta um novo smartwatch que aposta no design e na qualidade de materiais, acompanhado de um software que pretende superar as plataformas que estão se estabelecendo nos últimos meses (Android Wear, Apple Watch e Pebble).

Eles receberam um investimento de US$ 10 milhões da New Enterprise Associates, o que deve garantir o desenvolvimento e fabricação do Olio. eles aproveitam ainda para revelar que uma versão em ouro também estará disponível.

O relógio Olio é chamativo no design e também o seu software, já que conta com um sistema operacional proprietário, mas sem revelar maiores detalhes. é uma missão complicada, já que não dá garantias de crescimento de aplicativos e atualizações. Por outro lado, também é uma forma da empresa ter todo o controle. A ideia deles é criar um relógio que não seja tão dependente do smartphone.

 

Um novo modelo de ouro

2560_3000 (7)

Sobre a nova versão dourada, ela será de ouro 24 quilates – em duas versões, convencional ou rosado -, com uma pulseira de couro. O preço dessa versão é de US$ 1.200, que é o dobro do valor do modelo básico, confeccionado em aço. Há uma última opção que tem uma pulseira chapada, com preço sugerido de US$ 1.400.

A Olio já aceitam reservas do seu relógio, e o CEO da empresa, Steve Jacobs, quer vender a filosofia de relógios inteligentes para aqueles que não querem um segundo relógio no pulso, e querem muita qualidade e design.

Apenas como curiosidade: os desenvolvedores e criadores do Olio são ex-funcionários da Pixar, Movado e Apple. A empresa foi fundada em 2013, e tem suas operações sediadas em San Francisco.

2560_3000 (8) 2560_3000 (6) 2560_3000 (5) 2560_3000 (4) 2560_3000 (1) 2560_3000 2560_3000 (3) 2560_3000 (2)
Via Olio