A Oi segue os passos da Claro, e inicia os seus testes públicos da sua rede 4G no Brasil. O anúncio foi feito ontem (01) no Rio de Janeiro, onde a operadora informou que ativou cinco pontos de acesso no bairro do Leblon, na zona sul da capital carioca.

Os planos da operadora parecem ser mais ambiciosos. Até dezembro de 2012, eles pretendem realizar o pré-lançamento da nova rede em mais três capitais brasileiras: São Paulo, Brasília e Belo Horizonte. Em abril de 2013, deve ocorrer o lançamento oficial da rede 4G da Oi no país, em versão definitiva, com o acesso disponível para todos os clientes que assinarem essa modalidade de conexão nas cidades acima citadas, além do lançamento do serviço nas cidades de Recife, Fortaleza e Salvador.

É um prazo considerado curto para testar e implantar a rede 4G com uma estrutura considerada aceitável. Porém, os executivos da Oi garantem que não, e que tudo será feito para acelerar o processo de implantação dessa rede, acelerando a negociação da infraestrutura que vai compartilhar essa rede no país. A Oi já fez testes preliminares de suas redes 4G durante a Rio+20, mas essa é a primeira vez que os testes serão feitos em locais públicos, em um ambiente próximo ao que é esperado para um uso pela maioria dos assinantes.

Inicialmente, apenas a banda larga móvel em 4G estará disponível, em smartphones e minimodems. A tendência é que o 4G seja, naturalmente, mais caro que o 3G, mas os executivos da operadora afirmam que essa é uma tendência mundial, em uma tecnologia que tende a ter uma forte redução de preços com o consumo global, assim como aconteceu com as redes GSM. Na Oi, o 4G será um serviço pós-pago, com cobrança por franquia de dados, e não por velocidade contratada. Os preços não foram revelados.

Para iniciar os testes na sua rede, a Oi vai se aproveitar da chegada do Samsung Galaxy S III LTE ao Brasil, que deve acontecer até o final de 2012.

Via Convergência Digital