note-7-teaser

 

A Samsung acaba de emitir um comunicado solicitando a todos os seus parceiros ao redor do planeta que deixem de vender o smartphone Galaxy Note 7. A decisão se aplica também ao programa de substituição, e a empresa pede aos usuários que DESLIGUEM IMEDIATAMENTE o smartphone, e não o utilizem até que a investigação iniciada pela empresa termine.

Chegamos ao ponto mais complicado dessa crise. Hoje pela manhã (10), tudo levava a crer que a empresa iria suspender a produção ao menos na Coreia do Sul, como um passo prévio à suspensão das vendas do dispositivo, por conta dos problemas de explosões e incêndios por conta da falha de bateria.

 

Os smartphones Galaxy Note 7 devem ser desligados IMEDIATAMENTE

 

galaxy-note-7-caixa

 

A Samsung informa que após os novos relatos de incêndio em unidades substituídas do Galaxy Note 7, iniciou uma investigação ao lado dos órgãos reguladores,  e por isso tomaram a decisão de retirar do mercado o dispositivo, em prol da segurança dos seus usuários.

A empresa não revela se a produção do Note 7 foi suspensa, ou se só vão se centrar nos dispositivos disponíveis nesse momento nas lojas e com os usuários. Isso deve ser revelado em função dos resultados da investigação.

É preciso fazer ênfase para as palavras da Samsung, que pede encarecidamente aos usuários do Galaxy Note 7 (original ou substituído) que deixem de usar o dispositivo imediatamente, desligando o smartphone e esperando por futuras instruções.

Isso confirma que as unidades substituídas muito provavelmente conservam a falha que provoca o superaquecimento. Ou seja, o problema não está apenas na bateria.

Informaremos ao leitor em caso de novidades.

 

Via Samsung