Diversos rumores divulgados nos últimos dias pelos sites de tecnologia levantaram essa possibilidade, e a notícia agora é oficial. O próprio blog oficial do Skype convida os usuários do Live Messenger a integrarem ao mundo Skype, anunciando a fusão das duas plataformas.

Uma vez anunciado, a descontinuidade do Live Messenger se torna oficial, e já era algo esperado, uma vez que a Microsoft fez um investimento pesado na aquisição do Skype, que conta com uma base de usuários maior, uma maior estrutura e maior gama de recursos. Além disso, a Microsoft não adquiriu apenas um grande serviço de comunicação instantânea e chat de voz. Comprou por tabela todo o poderoso portfólio de patentes do Skype.

No comunicado, o Skype informa que, a partir de agora, todos os usuários do Live Messenger poderão se conectar ao Skype 6.0 (para Windows e Mac), e localizar os seus contatos por lá. O objetivo da empresa é oferecer a melhor experiência de comunicação para todos, em qualquer lugar, focando os esforços para tornar a experiência a mais simples e eficiência possível. A empresa se compromete a orientar o usuário nesse período de transição, com dicas de uso e informações para facilitar a migração dos contatos.

Com isso, a Microsoft coloca fim à uma história que remota ao final da década de 1990, quando as primeira versão do Windows Messenger foi lançada, em 1999. O objetivo da Microsoft era competir com o serviço dominante de mensagens instantâneas na época, o ICQ. Com o passar dos anos, o Messenger conquistou público, e sua clientela só aumentou quando foi fundido com o MSN, criando assim o MSN Messenger. A partir daí, todo mundo que tinha uma conta no MSN.com poderia acessar o mensageiro instantâneo da Microsoft.

Depois de alguns anos, com a mudança da proposta de serviços conectados da Microsoft, o seu nome muda mais uma vez para Windows Live Messenger (2007), incorporando novas funcionalidades e recursos, como integração com o Facebook, acesso a outros serviços Windows Live e personalizações diversas. Porém, o Skype sempre se mostrou um serviço mais completo e eficiente, principalmente na comunicação por voz e vídeo, e a Microsoft queria adicionar as suas tecnologias nos futuros sistemas Windows 8 e Windows Phone 8, justificando assim a sua aquisição.

Para aqueles que ainda não possuem a nova versão do Skype, pode fazer o download, clicando aqui.

O Live Messenger será oficialmente desativado no mundo todo a partir do primeiro trimestre de 2013.